Falso médico é preso atuando em clínica particular em Utinga; há suspeita de tentativa de estupro!

Um homem suspeito de tentativa de estupro e de atuar como falso médico em clínica particular em Utinga, na Chapada Diamantina, foi preso na última terça-feira (12) durante ação da Polícia Civil (PC) e auxílio da Polícia Militar (PM). O suspeito atendia em clínica com matriz na cidade de Ruy Barbosa e filiais em outras como Utinga e Macajuba, também na região chapadeira.

Segundo as informações apuradas pelo Jornal da Chapada, a guarnição da PM foi acionada pelo escrivão da Civil que informou que estava presente na delegacia uma senhora que alegava ter sido assediada por um médico que atendia na referida clínica. A mulher informou que o médico tentou lhe agarrar à força, “ficou alisando e também passava a mão pelo seu corpo e só a soltou após ela gritar por socorro”. A mulher foi socorrida pelo marido que invadiu a clínica e acertou um soco no falso médico.

Ainda conforme dados, a guarnição da PM foi até a clínica, junta com o escrivão, para fazer a condução do suspeito até a delegacia para que fosse ouvido e lavrado o flagrante pela autoridade policial. Em depoimento à polícia, a vítima informou também que o fato já havia acontecido com uma funcionária que teria ficado com medo de denunciar.

Já na delegacia, ao ser ouvido, o falso médico informou que não possuía o registro do Conselho Regional de Medicina (CRM) – que era estudante de medicina e administrador de empresas. Informações dão conta que o homem estava na delegacia custodiado e que seu pai, querendo intimidar as autoridades policiais, “deu uma ‘carteirada’, dizendo que é médico, coronel e advogado”. Mas as autoridades não se intimidaram e o homem segue preso.

Jornal da Chapada

Deixe um comentário