Posto de Vigília 236. Um Disco voador no Centro da Cidade (2)

UM DISCO VOADOR NO CENTRO DA CIDADE (2) – Muita gente pergunta o que significa um Disco Voador, o que são os Extraterrestres, se eles são bons ou maus etc.. Para se entender essas perguntas, antes de tudo devemos saber que nós, aqui da Terra, não somos os únicos Seres inteligentes do Espaço. Esse assunto é tão antigo que Jesus, quando aqui viveu, já dizia “Na casa do meu Pai há muitas moradas”. No século 16, o filósofo e religioso italiano Giordano Bruno, foi preso e morto por afirmar que no Espaço havia Seres inteligentes. Outra frase emblemática de Carl Sagan, astrônomo dos nossos tempos, foi esta: “Se no Espaço só existisse vida em nosso planeta, o universo seria um grande desperdício”. Hoje em dia, a lógica e o bom senso  nos impõem acreditar que a vida extraterrestre é uma realidade, inclusive pelo vasto número de contatos que a Ufologia mundial tem pesquisado, confirmando a origem de extraterrestres, como no caso Barney e Betty Hill, em que a origem da Nave que os abduziu, era a estrela zeta, da constelação do Retículo. Outras origens comentadas nos meios ufológicos são Alfa Centauro, Plêiades, Arcturo, Sírio, Capela etc.. Está certo que podemos até duvidar desses nossos “vizinhos” espaciais, mas não podemos negar que nossa História nos mostra como as distâncias vão se encurtando cada vez mais,                           foguetes que se deslocam a milhares de quilômetros/hora pelo Espaço e, quem sabe, amanhã faremos viagens hiper espaciais e também fora do Tempo, como disseram os Ummitas numa famosa Carta,  que vieram da Constelação da Virgem, a 42 anos-luz da Terra, em apenas 9 meses. Uma coisa é podermos duvidar, mas não negar que diante de uma Ciência cósmica, estamos ainda engatinhando. À vista do nosso Disco Voador da Praça do Cristal, no centro de Morro do Chapéu, ouvi um transeunte dizer: “Esse Disco vai trazer um recado do futuro para a humanidade”. Pensando bem, de fato, a Engenharia Reversa já obtida nas Áreas secretas dos Estados Unidos, revela avanços fantásticos obtidos de Naves resgatadas, como a  Anulação da Gravidade, velocidades inimagináveis, propulsores magnéticos, navegação robótica e outras conquistas tecnológicas acima de nossa imaginação. São, de fato, “recados” para despertar o instinto inventivo de nossos cientistas, cujas descobertas nos levarão, amanhã, ao rastro das estrelas…

         Alonso Valdi Regis

         Morro do Chapéu BA 15.Jun.2022

Deixe um comentário