Posto de Vigília 225: Eram os Anjos Astronautas?

ERAM  OS  ANJOS  ASTRONAUTAS?  –  Se alguém estranhar a pergunta, sugiro que leia o livro de Erich von Daniken ERAM OS DEUSES ASTRONAUTAS?, lançado em  1968. Apenas estou mudando o nome “deuses” para “anjos”, o que historicamente tem o mesmo sentido. Quando os Anunnakis chegaram à Terra, há mais de 400 mil anos, foram recebidos como se fossem “deuses”. Tudo que viesse do céu, era tido como “coisas de Deus”, porque a mentalidade antiga não sabia nada sobre a imensidão do universo e que também por lá havia vida nas “moradas do Pai”. Também aqui na Terra, quando chegaram os europeus foram tidos pelos indígenas americanos como “os deuses que vêm do oriente”. Hoje mais do que sabemos que nossa História varia de acordo com a época em que foi contada. Hoje, por exemplo, os antigos “deuses do Olimpo” das mitologias, as Walkírias e Amazonas, os Anjos bíblicos e demais “Seres celestes”, não eram mais do que nossos atuais Extraterrestres. Apenas atualizamos nossa História. E hoje, veremos mais uma vez esses Seres do Espaço virem à nossa Terra, em mais uma missão de socorro ao planeta e à sua humanidade que, de forma inexplicável, destrói os recursos naturais da sua própria morada. Muitos ambientalistas têm alertado para nosso ar, as águas, a terra, florestas e temperatura, que mantêm a vida na Terra e que já há prazo marcado para a extinção desses recursos. E em avanço mais grave, as ciências invadem o território sagrado das nanobiotecnologias, destruindo ou alterando a matriz genética das coisas, seja nos seus três reinos de vida (vegetal, animal e humano), como se tentassem corrigir a obra divina da Biologia sideral. O objetivo deste artigo não é nem demonstrar que os Anjos são “mensageiros” de um Poder maior, como tradicionalmente se acredita, mas são também “vigilantes” de uma hierarquia superior que supervisiona os avanços da nossa evolução, cuidando para  que não ultrapassemos os limites de uma “tolerância zero”, que se não for contida poderá levar a Ordem da Natureza ao caos.     E lembro aqui a frase de um famoso filósofo cristão: “Deus criou o mundo o mínimo possível, para que o homem o criasse o máximo possível” (Huberto Rohden).

     Alonso Valdi Regis

     Morro do Chapéu BA    03.Jan.2022

     alonsovregis@gmail.com e 74-988260524

Deixe um comentário