Para uma boa leitura Dr. Marcio Leite escreve: Afetos!

Queria falar dos afetos. Essa fibra resistente que compõe o tecido de nossa existência. Do sentido que dá, e toma quando se vão. Afetos que nos suportam e dão contexto, que alinhavam e recuperam quando fragilizados estamos, quando rotos nos sentimos. Tecido do qual fazemos a rede, a colcha e o lenço. Bonecas de pano, manta e toalha. Sobre o qual deixamos nódoas, suor e sangue. Parentela febril que nos acolhe e rechaça, exige e ensina. Trama urdida nas estrelas que nos faz avançar em uns e recuar em outros caminhos. Reencontros através dos milênios, presente bordado por anjos. Quem dedilha o destino sabe bem o que são. Afetos esgarçados em urgentes missões; afetos que encantam, consomem e burilam. Sobre os quais, com ou sem pesar, nos debruçamos. A quem damos ou pedimos, a depender da quadra do tempo. Afetos, textura das almas e corações.
Marcio Leite

Deixe uma resposta