Posto de Vigília 216: Até Que Ponto Somos Livres?

LIVRE  ARBÍTRIO –  ATÉ  QUE  PONTO  SOMOS  LIVRES? – Toda e qualquer Instituição humana tem suas leis e regulamentos internos que limitam a liberdade de fazer o que se quer dentro da instituição. Também as Leis naturais físicas e não físicas, não poderiam estar livres de um limite que, se ultrapassado, poderiam fazer ruir todo o Sistema. E alguns desses limites, infelizmente, já estamos ultrapassando, não somente nas leis naturais, como também nas leis éticas e morais que regem uma evolução sadia e conforme com as leis sobrenaturais. Há na ordem cósmica em que vivemos os chamados “territórios sagrados”, onde para se entrar devemos “tirar a poeira das sandálias” – como disse um grande Mestre – ou seja, ter a consciência da ordem e do respeito à criação divina, seja nas leis da matéria, como da vida e do espírito. Omitindo, aqui, por desnecessário, vários exemplos de limites já ultrapassados, seja na Ecologia ou nos comportamentos humanos, físicos e espirituais, vou falar um pouco nas NANOCIÊNCIAS e NANOTECNOLOGIAS – o invisível e quântico universo -que é a ORIGEM de todas as coisas, sobretudo sobre a VIDA em qualquer de suas manifestações. E ai está o perigo, pois a manipulação da vida, a nível de genes e cromossomos, sem o devido conhecimento e respeito às sagradas Leis da Vida, pode levar à ruina toda a Natureza e à vida em geral. E isso já está acontecendo ainda que timidamente, mas num limite perigoso que pode desencadear um processo de intervenção que vem de uma dimensão externa, dita espiritual. E aí termina o nosso livre-arbítrio, para além do qual só se prossegue com a devida CONSCIÊNCIA de conhecimento e respeito às Leis universais.

           Alonso Valdi Regis

           Morro do Chapéu (BA)  15.Jul.2021

           alonsovregis@gmail.com ou

           whatsapp 74-988260524

Deixe uma resposta