Para uma boa leitura, Dr. Marcio Leite escreve: Dica de Saúde!

A medicina conhece muita coisa das doenças. Hoje já conhece também como evitá-las. Siga a orientação do seu médico de confiança, mas não esqueça que há outras coisas que ainda não estão no domínio da academia. O conhecimento dos corpos sutis, por exemplo. Porque ainda não há métodos para quantificar, bem a gosto da nossa ciência positivista/cartesiana. Ame-se, aceite-se, beije-se. Esquecemos que o amor não deve ser direcionado apenas para fora, para o outro. Ele deve ser introjetado, deve brotar das entranhas. Precisamos amar o nosso ser, a nossa essência, e também, com o propósito de ter saúde, o corpo. Precisamos emitir para ele o melhor dos sentimentos. Não apenas fazer cirurgias plásticas e ser rato de academia, a estimular vaidade e narcisismo. Isso é cosmética. Devemos entender que o corpo é o instrumento divino que recebemos para o desempenho no mundo das formas. E mesmo que o recebamos com defeito, isso tem o propósito de gerar em nós talentos que nos faltam. Compensando deficiências, superamos dificuldades e ganhamos habilidades desconhecidas. O corpo é ferramenta, mas também morada e templo. Respeite-se! Evite hábitos enraizados e culturalmente tolerados, como comida ruim, fumo e álcool. Evite abusos na esfera sexual e outras compulsões como trabalho, dinheiro e maus pensamentos. Seja consciente a respeito de sua vida e programe-se para uma velhice com qualidade. E não esqueça que o amor, antes de tudo o amor, é a matéria-prima do Universo.
Marcio Leite

Deixe um comentário