M. do Chapéu recebeu 400 doses de vacinas porque atingiu meta de vacinação!

Cento e noventa e quatro municípios da Bahia não receberam doses da vacina contra a Covid-19 enviadas ao estado na noite de terça-feira (9). De acordo com a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), esses municípios não bateram a meta de 85% de vacinação dos primeiros lotes enviados e por isso, não receberam as doses.

O governo do estado explica que durante uma reunião extraordinária da Comissão Intergestores Bipartite da Bahia (CIB) na terça-feira (9), com a participação dos secretários de saúde dos municípios baianos, foram aprovadas recomendações aos prefeitos e secretários municipais de saúde para a vacinação contra a Covid-19 na 1ª fase. Na ocisão foi determinado que a Sesab fizesse a entrega da 7ª remessa de vacinas apenas para os municípios que já tivessem administrado, no mínimo, 85% das doses recebidas.

Segundo a diretora de Vigilância Epidemiológica da Sesab, Márcia São Pedro, das 417 cidades baianas, somente 223 atingiram a meta de imunização.

O objetivo dessa pactuação, uma decisão dentro da CIB, com participação dos secretários de saúde de todos os municípios da Bahia, é fazer com que a gente amplie a vacinação, garanta esse processo e não retenha dose a nível de município”, esclarece a diretora.

Segunda maior cidade do estado, Feira de Santana é uma das cidades que não bateu a meta de imunização. Em nota, a prefeitura da cidade informou que entrou com mandado de segurança na Justiça após não recebimento de vacinas.

Dos 28 munícipios cobertos pelo núcleo regional de saúde de Feira de Santana, 12 vão receber as novas doses.

Na região norte da Bahia, dos 28 municípios, apenas nove receberam as vacinas. Cidades principais, como Paulo Afonso e Juazeiro, não vão receber. Em nota, a vigilância em saúde de Juazeiro disse que atingiu nesta quarta-feira, 85,56% da imunização, taxa acima da meta.

A Sesab informou que metade das vacinas que deveriam ser enviadas aos municípios com taxa de aplicação abaixo de 85%, serão encaminhas para cidades com 90% ou mais de imunização. A outra metade será encaminhada para o Centro Estadual de Armazenamento e Distribuição (Ceadi) para envio aos municípios à medida em que forem atingindo a meta de 85%.

Municípios alegam equívocos de dados

Algumas cidades alegam dificuldades para atualizar as informações no sistema da Sesab. A prefeitura de Paulo Afonso, no norte do estado, disse que houve um equívoco na alimentação dos dados do sistema da Sesab.

Segundo o munícipio, no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunização (SNI-PNI), onde os dados são computados regularmente, a meta de 85% de vacinação foi alcançada na cidade.

Terceira maior cidade do estado, Vitória da Conquista também não recebeu nenhuma dose do novo lote. De acordo com a prefeitura, a cidade aplicou todas as vacinas enviadas até o momento, um total de 15.430 doses. Porem, no início da manhã desta quarta, constava no sistema da Sesab que Vitória da Conquista utilizou 82% das doses.

Apesar dos relatos, a Sesab nega que o sistema tenha erros nos dados de vacinação.

O sistema é atualizado duas vezes ao dia. As equipes precisam cadastrar, e nesse cadastro, colocar a quantidade de doses aplicadas dentro daquela população. Com isso você consegue a nível de transparência da Saesab o quanto de doses eles estão aplicando“, disse a diretora de Vigilância Epidemiológica da Sesab, Márcia São Pedro.

No fim da manhã, o sistema voltou a ser atualizado, e agora, a informação é de que Vitória da Conquista alcançou 94% de imunização contra a Covid-19. Com a atualização dos dados, a cidade deverá receber as vacinas a partir da próxima semana.

.

Deixe uma resposta