Prefeitura divulga cenário epidemiológico da Covid-19 no mês de fevereiro em M. do Chapéu!

O cenário epidemiológico de fevereiro da covid-19 no município de Morro do Chapéu mostra que foram realizadas: 598 notificações, 598 testes realizados, e 02 óbitos. dos 234 rt– pcr realizados: 84 tiveram resultado detectável, 127 não detectável, e 23 inconclusivos. apesar do número total de casos confirmados ser menor que o mês anterior, foram realizados mais testes, tanto rápido quanto pcr. isso devido ao trabalho de intensificação de busca de contatos, realização de testagem em massa, e testagem para bloqueio epidemiológico em localidades de grande transmissão da doença covid-19.
Quando analisamos a curva de casos positivos da covid-19 por semana epidemiológica, vemos um pico de casos positivos na semana epidemiológica 05 (última semana do mês de fevereiro). analisando a curva da covid-19 por dia, no mês de janeiro, podemos observar um crescimento acentuado no número de casos positivos ao longo do mês; fazendo uma curva crescente, como mostra na figura a linha linear. isso devido as ações de intensificação de testagem, mas também ao aumento do número de pessoas sintomáticas.
A análise dos casos positivos no mês de fevereiro por lugar de residência, podemos constatar que o local de maiores concentrações de casos continua sendo o centro da cidade, toda via o segundo lugar com mais casos são as zonas rurais; o que chama atenção para uma tendência de interiorização da doença.
Sobre os óbitos, concluímos que a curva se mantém com intervalos de estabilidade ao longo do mês de fevereiro, ou seja, muitos dias sem apresentar óbitos pela doença. inclusive, houve menos óbitos que o mês de janeiro, reduzindo o coeficiente de letalidade. toda via, sabemos que o número de óbitos reflete a situação epidemiológica do mês anterior; portanto, devido ao aumento no número de casos no mês de fevereiro, esperamos mais óbitos nos próximos dias.
A análise da síndrome respiratória aguda grave (srag) no município, mostra a gravidade do problema: tivemos 11 pacientes internados por dificuldade respiratória grave no mês de fevereiro, desses 01 veio a óbito por COVID-19.

Deixe um comentário