Posto de Vigília 205: A Regeneração da Terra!

A REGENERAÇÃO DA TERRA: 2019 A 2057 (2) – Resumo do artigo anterior: A Terra está concluindo a época da expiação inciando a época da Regeneração: Esse período vem preparar a Terra e sua humanidade para dar início a uma Nova Era, dando um salto à frente na sua evolução rumo a um mundo superior, que Jesus chamou de Reino de Deus. Mas para esse salto é necessário uma “limpeza” geral a fim de que nasça e cresça a Nova Terra e uma nova humanidade. Essa preparação está designada para o período 2019 a 2057, portanto já estamos dentro desse período. Outra coisa que é preciso ser entendida é que nós – humanidade terrena – não estamos aqui aleatoriamente. Somos parte de um grande Plano de evolução que, segundo as fontes, começa no átomo e vai ao Infinito, à “unificação” que já foi definida numa pequena frase: “Eu e o Pai Somos Um”. Assim como a vinda de JESUS foi preparada muitos séculos antes, isso é uma exigência da lógica para que a nova Mensagem que vem, já encontre um terreno arado e preparado para a semente nascer e crescer em ambiente sadio, livre do caos e da destruição. Regenerar a Terra é prepará-la para restabelecer a  Lei e a Ordem que mantém o universo no seu nome iniciático – Cosmo – que significa Beleza e Perfeição. Esse fenômeno, perfeitamente bíblico, foi chamado de “Separação do joio e do trigo”. Essa linguagem valeu para o tempo antigo e principalmente para hoje, quando vemos o caos avançando tanto no campo físico e sobretudo na esfera ética e espiritual, com a distorção de valores e desintegração das leis morais. Podemos falar isso com segurança, pois basta olhar o passado e vermos o que aconteceu com a Atlântida, as antigas civilizações da Babilônia, de Sodoma, da Roma imperial etc.. Jesus confirmou isso quando disse: “Assim como nos tempos de Noé”… Outro ítem que não quero excluir aqui, foi, também, lembrado pelo Mestre, quando disse: “Bem-aventurados os que têm fome e sede de Justiça  porque serão consolados”. Essa promessa está próxima de se realizar, face à queda do Mal, das injustiças e erros que permeiam nosso dia a dia, plantados em nossas instituições mais sagradas, na política, na Ecologia, nas religiões, na educação das crianças e centros de cultura em geral. Que essas plataformas se cuidem e se alinhem o mais rápido possível, se quiserem se manter vivas e atuantes nas novas sociedades da pós-regeneração (continua).

       Alonso Valdi Regis

       Morro do Chapéu BA   18.Jan.2021

       alonsovregis@gmail.com

Deixe uma resposta