Vereador de Piatã propõe extinção de 13º salários de Prefeito e Vereadores!

Pela primeira vez na história da Chapada, um vereador propõe projeto para retirar prioridades restritas a funcionários da Câmara de Piatã,  o objetivo é  priorizar investimentos em saúde e educação no município. Em 2019, o vereador já havia lançado esse projeto para extinção do  décimo terceiro salário de prefeitos e vereadores mas não foi aceito por alguns servidores da oposição.

O lançamento desse projeto representa uma vitória para os piataenses que lutam há anos para alcançar a emancipação dos direitos iguais sem privilégios para políticos. Conforme legislação atual da câmara, somente alguns servidores tem determinados benefícios como férias no meio do ano e décimo terceiro, o que vai de encontro a legislação e  fere os direitos das comunidades presentes na constituição.

O vereador Ronaldo Souza repudia essa obtenção de férias no meio do ano e propõe que as férias sejam determinadas pela legislação estadual com igualdade de direitos para todos  funcionários do município.

 Após   reunião com líderes de várias comunidades rurais e quilombolas o vereador assinalou ainda, a  importância  do estabelecimento de prioridades no uso de recursos orçamentários, para melhorar a educação e saúde nas comunidades de Piatã.

 

Na foto, jovem que perdeu a bebê ,ela relata que a filha teria nascido morta porque ao recorrer ao hospital de Piatã não havia nenhum cirurgião para atendê-la. Ela então teve que percorrer 215 km para fazer o parto já sentido as dores. 

 O vereador foi até as comunidades rurais e ouviu as dificuldades dos moradores  para elaborar seu projeto.

 “Precisamos com urgência priorizar o investimento dos recursos na saúde. São frequentes casos de mulheres que perdem bebês na comunidade porque o hospital de Piatã não faz partos, isso é uma injustiça”, diz mãe da jovem indignada.

“Não existe nas escolas rurais bem como no centro de Piatã ,uma infraestrutura adequada para atender crianças com deficiência e transtornos globais de desenvolvimento, nem profissional em Libras para garantir esse atendimento e alcançarmos uma educação inclusiva, concomitante a isso, falta estrutura nos hospitais e existe uma desvalorização real dos professores e profissionais de saúde que recebem até menos que um salário mínimo.”. Diz vereador

Após reunião do vereador Ronaldo com as comunidades,  moradores  de Jacobina  e Salitre relatam que ficaram  por  um longo período sem o acesso á escola em  2018 e 2019 devido a situação caótica  das estradas na comunidade e falta de assistência da gestão municipal.

“A barragem construída  aqui há anos desabou  no ano passado e desde janeiro a comunidade está sem acesso á cidade, os idosos da comunidade de Jacobina  ficam doentes e não conseguem carro para transportá-los para o hospital  porque não há estradas e gestantes perdem seus bebês por falta de acesso” diz moradora de Jacobina.

“São   explícitas condições caóticas na saúde ,não há nenhuma maternidade no município e jovens estão morrendo no parto por falta de cirurgião ,tão pouco os recursos são destinados ao atendimento dos idosos e crianças tal como  prever a legislação” diz outro  morador de Inúbia que perdeu a filha de 20 anos durante um parto no hospital de Piatã.

Em concomitância a esse projeto que coloca como  prioridades os recursos na saúde e educação, Ronaldo Souza lançou em 2019 o projeto para o primeiro centro de atendimento aos idosos e tem como objetivo primordial acolher os idosos em tempo integral ,beneficiários de todos comunidades  rurais deverão ser atendidos ,mas conforme assinala o vereador,  para que o trabalho seja concretizado falta ainda o apoio da gestão municipal.

Deixe uma resposta