Morre em Salvador o Professor Jorge Portugal, um dos padrinhos do Projeto Aluno Nota Dez de M.do Chapéu!

O ex-secretário estadual da Cultura, professor Jorge Portugal, 64 anos, morreu às 20h15 desta segunda-feira (3), em Salvador. A informação é do Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), onde ele estava internado.

A causa da morte foi falência cardíaca aguda. “O professor e ex-secretário de Cultura da Bahia estava internado na unidade de terapia intensiva (UTI) cardiovascular da instituição. A diretoria do HGRS apresenta sua solidariedade aos familiares e amigos ao tempo que se coloca em oração”, diz a nota.

Segundo a assessoria da unidade, Portugal, que também era compositor, poeta e apresentador, deu entrada no hospital no início da tarde e foi atendido imediatamente.

Segundo boletim médico divulgado por volta de 16h40, o paciente foi admitido “em estado crítico”. Ainda de acordo com o primeiro comunicado, o professor e ex-secretário de Cultura da Bahia apresentava quadro de choque cardiogênico e estava, neste momento, em coma induzido.

Assim que ele foi internado, foi colhido material para teste RT-PCR, exame que identifica o novo coronavírus, o que tem sido uma medida protocolar. O professor foi atendido em casa por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que prestou os primeiros socorros.

Natural de Santo Amaro, no Recôncavo, Portugal é um compositor e letrista aclamado, com parcerias de sucesso com Roberto Mendes, em ‘Só Se Vê Na Bahia’, e com Raimundo Sodré, em ‘A Massa’.

Deixou a Secretaria da Cultura da Bahia em 2017, alegando questões pessoais e profissionais. Na TV, foi o idealizador e apresentador do programa “Aprovado”, exibido na TV Bahia. (Correio)

Em Morro do Chapéu Jorge Portugal foi quem deu o pontapé para que o Projeto Aluno Nota Dez fosse reconhecido primeiro no cenário estadual e a partir de um texto publicado no Jornal A Tarde tomasse proporção nacional. Confira o texto:

Morro do Chapéu é uma cidade da Bahia, da região da Chapada Diamantina, conhecida pela delícia de sua temperatura média, pela beleza da “Ferro Doido” e pelo Centro de Pesquisas Ufológicas de “seu” Alonso.

Recentemente, outra façanha de “Morro” me encantou mais ainda: há cinco anos, um empresário da cidade, Luciano da Casa do Pão, resolveu dar uma pequena mostra de solidariedade para ajudar estudantes da rede pública no seu desempenho escolar.Começou doando um computador para o aluno que tivesse o melhor aproveitamento ao longo do ano. Isso já deixou a comunidade estudantil atenta e empenhada em ganhar o cobiçado prêmio.

No ano seguinte, outros empresários e profissionais liberais juntaram-se a Luciano e ampliaram o leque das premiações: notebooks, motos, uma agência bancária local ofereceu uma poupança de R$ 2.000,00 (dois mil reais), a dentista do lugar entrou com tratamento ortodentário por um ano. Além disso, aos melhores das séries finais do fundamental e médio, garantiram cestas básicas por um ano.

O movimento foi crescendo com a participação entusiasmada de mais pessoas da cidade. Hoje, premiam, principalmente, o desempenho escolar (notas boas) e a assiduidade.

Primeiro resultado: existem alunos, há dois anos, sem uma falta sequer e as “supermédias” chegam a atingir a nota 9,75, levando em conta todas as matérias.

Segundo resultado: a elevação da média do IDEB dos alunos do município.

A entrega dos prêmios é feita em noite de gala, com a comunidade presente, em clima de verdadeiro “Oscar da Educação Morrense”.

Não à toa, num distrito de Morro do Chapéu chamado Fedegosos, conheci a escola pública Edigar Dourado Lima, que me fez parecer estar entrando em algum colégio suíço, dada a organização, limpeza e alto padrão de civilidade entre professores, servidores e alunos. O diretor, Professor Edinho, tem tratamento de pop-star pela sua comunidade.

Pergunto à Bahia e ao Brasil: será que só Morro do Chapéu consegue fazer isso? Que tal pegarmos esse extraordinário exemplo e espalharmos pelo restante do país?

Morro do Chapéu: copiem sem moderação!

  • (Jorge Portugal)

Jorge Portugal na Diamantina FM falando do Projeto Aluno Nota Dez!

Deixe uma resposta