Posto de Vigília 192: O covid-19 visto pelo lado espiritual!

A  PANDEMIA  COVID-19  VISTA  PELO  LADO  ESPIRITUAL – Com base em famosos relatos, mostrando que a humanidade é também acompanhada por hierarquias do Espaço – sejam chamados de Anjos ou de Extraterrestres – conforme a ideologia ou religião de cada um, os quais acompanham e, de certo modo, monitoram o avanço evolutivo sobre o planeta e até intervêm, às vezes, de forma terrificante quando o rumo que se toma aqui segue diretamente para um desastre, seja de ordem física ou de ordem moral. Essa é a justificativa para o desaparecimento de grandes civilizações, reinos e impérios, que já floresceram sobre a Terra e desapareceram às vezes de forma drástica, como ocorreu com a Lemúria, a Atlântida, com Sodoma, Gomorra e Babilônia, com a Roma Imperial etc. E sabemos todos, que a atual humanidade poderá estar em rota de colisão com um “apocalipse” que é descrito nos livros sagrados e, às vezes, também previsto por ambientalistas como o Leonardo Boff, que dá até prazos para que nosso planeta suporte as agressões ecológicas que sofre com as poluições, destruição de recursos naturais, temperatura, degelo etc.. Sabemos, também, que há leis que procuram resguardar a sobrevivência ética e moral de valores que elevam os Seres humanos em direção da paz, da justiça, do amor à Natureza e da infindável categoria de Seres que nela habitam, o que nem sempre é acatado pelos sistemas sócio-ambientais que sustentam nossa civilização. Pinçando algumas informações que chegam desse “governo oculto” que monitora nossa evolução, anotamos os seguintes itens: 1) A atual pandemia que assola o mundo visa criar uma consciência da necessidade de ajuda mútua entre os Seres humanos, independente de toda e qualquer condição, seja de raça, cultura, nível social,  religião, ideologias diversas, quebrando o denso egoismo que separa as pessoas. 2) Mostrar, também, que o Ser humano não está isento de uma limitação que o impede de ir além das Leis que regem e mantêm o equilíbrio da Natureza e do universo em que vive. 3) Despertar na humanidade um sentimento de amor e respeito a uma Consciência suprema que mantém a Ordem e a Perfeição dessa “Morada do Pai” em que vivemos. 4) Forçar, face à necessidade, uma revisão das leis, sobretudo políticas e sociais que acobertam as injustiças e divisão de classes.   Esses princípios estão de acordo com um slogan bem conhecido dos filósofos místicos que apregoam que “o Ser humano em geral não age racionalmente pelo Amor, mas pela Dor”. E é patente que toda vez que o mundo é abalado pelo sofrimento das grandes tragédias, muitas leis são revistas e se muda hábitos e comportamentos que claramente ferem as Leis do Bem, da Justiça e do Amor.  E que dessa vez, com a pandemia que ora abala o mundo, a consciência humana dê um salto à frente, preparando-se para a mudança já prevista para esse Terceiro Milênio, também conhecida como Nova Era Aquariana.

          Alonso Valdi Regis

          Morro do Chapéu (BA) 18.Abril.2020

          alonsovregis@gmail.com

Deixe um comentário