Editorial: Desafios para a próxima gestão em M. do Chapéu!

2020 é o ano do amor, o ano das promessas, dos fogos, dos carros de som, dos arrastões regados à muito gengibre e muita zuada.

Agora será que os candidatos (as) ao executivo de M. do Chapéu sabem realmente o tamanho do abacaxi que terão que descascar aquele que for escolhido pelo povo?

Vejamos:

  1. do Chapéu hoje tem um rombo na caixa de previdência de mais de 90 milhões de reais e esse montante deve aumentar e muito para a próxima gestão resolver.

Não temos um trânsito organizado, pelo contrario, não temos sinalização, não temos mão nem contra mão, é uma bagunça.

Não temos empregos para os jovens, uma cidade com 113 anos e que ainda seus filhos têm que buscar sobrevivência em outras cidades e até mesmo outros estados.

Fala-se em turismo, porém nada foi feito para fomentar o turismo na cidade ao longo da nossa história.

Temos um grava problema com o lixão da cidade, sem falar nos pequenos lixões que se formam ao redor da cidade, culpa da falta de educação do nosso povo.

Infra-estrutura. Os bairros periféricos são desprovidos de tudo, faltam praças, áreas de lazer, pavimentação e até luz nos postes, mesmo a comunidade pagando a TIP (Taxa de Iluminação Pública) que já vem cobrada na conta.

Nos PSFs, faltam médicos, um grave problema que a próxima gestão terá que resolver. Povoados e distritos longe da sede, médicos se recusam a ir a lugares tão distantes. Mas nos postos da sede também faltam.

Na área da segurança pública não temos uma guarda municipal, para auxiliar a Polícia Militar. Mas vamos ter a promessa que a mesma será implantada, podem ter certeza.

Abastecimento de água é precário. A cidade é abastecida por poços artesianos, até quando? Uma hora vai faltar, e absolutamente nada foi feito ate agora.

O nosso piso parece uma tábua de pirulito, precisa saber qual é a rua que não buracos.

Bom, vou parando por aqui. Deixo aqui o espaço aberto para você eleitor morrense elencar outros problemas que a próxima gestão terá que resolver.

Deixe um comentário