A Coluna Saúde está de volta ao nosso MN com a Dra. Ianni Farias!

Vamos começar um informativo saúde abordando vários temas.
Conhecimento é arma poderosa na prevenção de muitas doenças.
O primeiro tema escolhido é Hanseníase pois estamos no Janeiro Roxo, mês de combate a doença.
Então vamos lá?
5📝 Tópicos sobre Hanseníase

1:💜 O que é Hanseníase?
Antigamente conhecida como Lepra, era uma doença temida onde o doente era afastado do convívio social. Digo antigamente, pois hoje isso mudou. Hanseníase tem tratamento e cura, gratuita e acessível pelo PSF perto da sua casa.
2💜 Como se pega Hanseníase?
É doença contagiosa, mas por contagio prolongado, convívio diário, transmitida através do ar. Causada por uma bactéria chamada M. Leprae.
3.💜 Quais os sintomas?
É uma doença dos nervos e da pele, em que o doente apresenta diminuição ou perda da sensibilidade em uma área do corpo. Então manchas esbranquiçadas ou avermelhadas, nódulos, com perda ou diminuição da sensibilidade tátil, térmica ou dolorosa no local precisam de avaliação.
💜Tem tratamento?
Sim, o tratamento é gratuito e acessível pelo SUS no PSF perto de você. Dura de 6 meses a 1 ano geralmente, dependendo do tipo de Hanseníase, se a forma mais branda paucibacilar ou mais grave multibacilar. Os remédios são fornecidos gratuitamente. E muitas vezes o tratamento feito corretamente sem abandonar resulta em cura e sem sequelas
5. 💜Como é feito o diagnóstico?
Não só o dermatologista, o médico do PSF deve fazer o diagnóstico em manchas com diminuição da sensibilidade, através de testes no consultório, mesmo se o exame de baciloscopia der negativo, não afasta a possibilidade da doença.
Então, avalie sua pele no espelho, e na presença de manchas que não doem, não coçam, com sensibilidade diminuída ou que não sente dor nem quente, nem frio em cima da mancha, um local no corpo com diminuição da sensibilidade é indicativo para procurar avaliação médica.
A cura começa pelo conhecimento.

Deixe uma resposta