Evangélicos são vítimas de intolerância religiosa em Jacobina!

Na noite desta terça-feira, 17 de dezembro de 2019, membros da Assembleia de Deus foram vítimas de intolerância religiosa na Praça Joaquim Valois no Bairro do Leader em Jacobina.
Segundo informações, uma mulher chegou na praça com um estilete e passou a depedrar, a cortar as lonas e placa de sinalização da Tenta Culutral montada para cultos religiosos, um projeto itinerante que tem circulado por bairro da cidade.
Ainda segundo informações, durante a ação a mulher proferia xingamentos aos religiosos que estavam no local, denegrindo a imagem da igreja e de todos.
Vale lembrar que a intolerância religiosa, principlammente com ofensas é crime de injúria e o autor pode ser preso, através de denúncias pelo Disque 100.
Fonte: Augusto Urgente!

Deixe um comentário