Encontro do PL Mulher reúne mais de mil pessoas em Morro do Chapéu!

Cerca de 1.500 pessoas participaram, neste sábado (14), do Encontro do PL Mulher em Morro do Chapéu. Com o tema “A importância da mulher na política”, o evento contou com palestras como as da Major PM Denice Santiago, idealizadora e coordenadora da Ronda Maria da Penha e da Promotora de Justiça Sara Gama Sampaio, do MP-BA, além das presenças do presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Nelson Leal; de Katia Bacelar, presidente estadual do PL Mulher; de José Carlos Araújo, presidente estadual do partido e dezenas de políticos e lideranças políticas da região.

Organizado pela presidente municipal do PL e vice-prefeita de Morro do Chapéu, Juliana Araújo, o encontro do PL Mulher enfatizou a necessidade de uma participação maior e mais efetiva da mulher na política mas também levantou a bandeira da igualdade entre homens e mulheres nos mais diversos setores da sociedade como no ambiente de trabalho. Em seu discurso, Juliana Araújo fez questão de defender essa igualdade considerando que não concorda com o conceito de “conceder direitos às mulheres” afirmando que “quem concede, na verdade está dando algo a alguém que não tinha.” Para Juliana Araújo o que precisa acontecer é o reconhecimento dos direitos da mulher.

A vice-prefeita morrense criticou duramente o que chamou de “ausência da presença feminina no país” ao definir que, embora sendo maioria da população brasileira, a mulher ainda é minoria na política. “Somos a maioria, mas, ainda assim, somos minoria” finalizou.

Presidente estadual do PL, o ex-deputado federal José Carlos Araújo também encampou o discurso da igualdade entre homens e mulheres no que foi seguido pelo presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Nelson Leal, para quem existe uma enorme injustiça na atitude do meio político brasileiro quando se posiciona desfavoravelmente quanto à presença e o envolvimento mais profundo da mulher na política brasileira.

O encontro foi finalizado com uma apresentação do ex-deputado federal Irmão Lázaro.     

     

Deixe um comentário