Para uma boa leitura Dr. Marcio Leite escreve: A Medicina!

Sou da opinião que a medicina ainda não avançou como gostaríamos por duas simples razões: 1. O que a sustenta ainda é o modelo capitalista que visa tão somente o lucro, portanto, nada genuinamente desinteressado pode surgir daí, a despeito de eventuais e inegáveis benefícios terem sido gerados, desde que, claro, alguém ganhe com isso, e não me refiro aos pacientes. 2. A medicina ainda não admite o espírito/alma como causa dos maiores males orgânicos e psíquicos da Humanidade. O preconceito nos meios acadêmicos é enorme. Os cientistas mantêm sua fé pessoal (quando a têm) sob reserva, temendo perder credibilidade entre seus pares. Há mais preocupações com o establishment do que seria desejável. Considero este um passo essencial para avançarmos na compreensão da natureza humana. Como tomar conhecimento da qualidade do vinho, analisando apenas a garrafa? A interdição ao livre pensar foi o mais sério motivo para não me envolver particularmente com a academia. Detesto ideias aprisionadas e perder tempo discutindo o que me parece óbvio. Por outro lado, não tenho que convencer ninguém. A minha linguagem é propositalmente poética, não acadêmica. Este tipo de linguagem é completa, atinge mente e coração simultaneamente. Admiro a ciência, mas lamento que ainda esteja taxiando, com dificuldades para levantar voo.

Marcio Leite

Deixe uma resposta