Municípios querem título de Geoparque!

O título de Geoparque, concedido pela Unesco, tem entre seus novos candidatos os municípios baianos de São Desidério, Morro do Chapéu, Rio de Contas e um grupo formado por quatro municípios – Lençóis, Andaraí, Mucugê e Palmeiras, na Chapada Diamantina –, onde setores da população desenvolvem trabalhos visando viabilizar as respectivas candidaturas. A conquista do certificado pode implicar em investimentos na área ambiental, mas também a concessão de recursos de investimento em infra-estrutura e manifestações culturais regionais, e principalmente ênfase em geoturismo e desenvolvimento sustentável, com envolvimento da população local. No Brasil, apenas a Chapada do Araripe, no estado do Ceará, é considerado Geoparque.

– É preciso cumprir uma série de requisitos, mas o retorno vale a pena para o município ou região – explica o geólogo Antônio Dourado, entusiasta do assunto, ao acompanhar com assiduidade os avanços das cidades candidatas da Bahia rumo ao cobiçado certificado.

Avanços – Em Lençóis já há sinais de evidências destes avanços. Nos locais onde há registro histórico ou de relevância cultural, foram colocadas placas informativas para o visitante conhecer os vestígios e as características capazes de tornar o município tão especial, pelo patrimônio da era de fausto do garimpo, natureza exuberante e peculiaridades no jeito de ser da população.

No mesmo ritmo, municípios associados a Lençóis tomam providências para fortalecer as chances de conquistar o título de Geoparque. A candidatura ganha força com Andaraí, Palmeiras, onde fica o vale do Capão e o Morro do Pai Inácio e Mucugê, onde começou o ciclo do diamante na região, além de Morro do Chapéu.

Deixe uma resposta