Posto de Vigília 179: Para onde vamos quando morremos? Por Alonso Valdi Regis!

PARA  ONDE  VAMOS  QUANDO  MORREMOS? (1) –

Sei que ao escrever esse artigo vou perder alguns amigos que me lêem, mas peço que sigam em frente, cada um com sua fé e suas crenças, pois o que digo aqui, mesmo sendo fruto de minhas leituras e pesquisas, não vai afetar a fé de ninguém, pois a grande chance de salvação foi dita por Jesus – “Amar a Deus acima de tudo e ao próximo como a si mesmo”… O máximo que posso desejar é oferecer, aqui, uma opção de abrirmos uma janelinha para o mundo invisível e misterioso que se abre após nossa morte. Esse mundo ainda misterioso já é explorado por pesquisadores do mundo inteiro, motivados por dados científicos, inclusive com instrumental sofisticado que monitora nosso universo ainda desconhecido, detectando mundos paralelos e dimensões contíguas à nossa ou mergulhando em estudos parapsicológicos de projeção mental, de hipnose, de expansão da consciência, fora do nosso espaço-tempo, permitindo comunicação entre essas dimensões, através de ondas magnéticas de altíssima frequência, cujos circuitos estão por aí, em livros e filmes para quem desejar aprender mais nessa área. O sistema TVP – terapias de vidas passadas – já funciona em alguns países trazendo muitos benefícios para quem delas precisa. Nada disso é novidade, pois há muita gente que vive essas experiências e dão seu testemunho irrefutável. É só entrar na área e estudar, sabendo que o conhecimento e a ciência não têm limites. Como se sabe, nós – Seres humanos – não temos apenas o corpo físico que morre e se dissolve em átomos e moléculas. Sabemos que nosso Ser é complexo, dispõe de vários corpos, sendo apenas o primeiro feito de matéria densa, enquanto os demais são de matéria etérea, invisível, mas já detectada pelas famosas “Fotografias Kirlian”, popularmente conhecidas como nossa AURA, campos energéticos de variadas cores e vibrando harmoniosamente, que foram denominadas pelo nome ALMA ou Espírito (ver o livro “Medicina Vibracional”, do Dr.Richard Gerber ou “Mãos de Luz”, da Dra.Barbara Brennand).   Há estudos bem avançados nessa área, mas por falta de instrumentos aptos a obter análises e provas dessa matéria etérea (éter e plasma), então tais estudos ainda não foram oficializados para currículos acadêmicos, mas já há indícios de que brevemente teremos a “Ciência Metafísica”, em bancos de escola… Então, amigos, no próximo texto, vamos abordar o que já se sabe a respeito desse mundo invisível para o qual viajaremos, em corpo etéreo, após nossa morte.

                 Alonso Valdi Regis

                 Morro do Chapéu (BA), 15.Jul.2019

Deixe um comentário