Policia Militar divulga nota sobre ação policial que resultou na morte de dançarina em Irecê!

O Comando do 7º DPM Irecê informa.
HORÁRIO: 0h:30
Fomos informados de que por volta das 00h30, a guarnição PM da RONDESP/Chp identificou o veículo Toyota/Hilux SW4 placa EIW 0727, licença de Irecê, cor preta, o qual transitava em alta velocidade pela avenida 1º de janeiro, nesta cidade de Irecê, gerando suspeita de ilícito. Fazendo o acompanhamento técnico do veiculo e dando-lhe voz de parada, a qual foi ignorada, os policiais fizeram difusão do alerta. Em seguida, guarnições PM da CETO montaram barreiras no sentido de conter o citado veiculo. Todavia, o mesmo desobedeceu as ordens de parada manobrando perigosamente pelo acostamento e dando continuidade a sua fuga pelo centro da cidade, ainda em alta velocidade, transitando inclusive pela contramão de direção em algumas vias, expondo a risco os próprios ocupantes do carro, outros usuários da via e transeuntes. Mesmo com uma guarnição policial acompanhando-o à sua retaguarda, e outras duas montando ponto de bloqueio, o motorista deliberou pela desobediência às ordens de parada.
Após terem furado dois pontos ostensivos de bloqueio foram atingidos gravemente dois dos ocupantes do veículo, sendo que o senhor ELIEDELSON MENDES POSSIDÔNIO foi ferido na perna e encontra-se sob tratamento médico e a senhora GABRIELA MOURA, após socorro prestado infelizmente veio a óbito no hospital.
O veículo era conduzido por CLÁUDIO PEREIRA BATISTA, também ocupava o veículo mais duas pessoas do sexo feminino, ainda sem qualificação. Estas mulheres e o motorista não sofreram ferimentos graves. À guarnição fez o imediato acionamento do SAMU, o qual prestou o devido socorro aos feridos.
Preliminarmente apuramos que os ocupantes do veículo, exceto o motorista, são integrantes da Banda de forró Cearense Sala de Reboco, e teriam participado de evento festivo na cidade de lapão. Percebeu-se no interior da SW4 várias garrafas de bebida, O que, aliado ao comportamento do motorista típicos de embriaguez e sua recusa em se submeter ao teste de etillômetro (bafômetro) nos permite inferir que estivesse sob efeito de bebida alcoólica.
Cláudio Pereira batista recebeu voz de prisão e foi conduzido a DP de Irecê. Os policiais que compunham a guarnição de serviço no momento da ocorrência já foram ouvidos na Delegacia de Polícia Civil, conforme preconiza os padrões legais e em consonância, O Comandante do Batalhão já instaurou Inquérito Policial Militar, a fim de esclarecer as circunstâncias em que ocorreram os fatos.
Florisvaldo dos Santos Ribeiro — TC PM
Comandante

1 comentário em “Policia Militar divulga nota sobre ação policial que resultou na morte de dançarina em Irecê!”

  1. É sério que aí na região, para parar um veículo atira-se nos ocupantes e não nos pneus? Interessante.
    Então a vocalista Joelma mentiu no seu depoimento quando disse que a VTR os perseguiu com luz baixa, não ligou o giroflex e não deu nenhuma sinal de parada? Se bem que na nota não estão dizendo que ela não depõs. Outro fato interessante.
    Bem..
    Que a verdade venha à tona! Um diz uma coisa, o outra diz outra…
    Meus sentimentos a família da bailarina!

Deixe uma resposta