Em Prosa e Verso Nonoi Escreve: Maria Antonímia!

MARIA ANTONÍMIA
Por Noedson Valois

Procurei um casamento certo,
Quando encontrei, deu errado.
Eu era feliz solteiro
Fiquei infeliz casado.

A noiva não era feia,
Até que era moça bela.
Mas, Maria Antonímia,
Era a identidade dela.

Aí foi que começou
A confusão com Maria.
Quando eu saía, ela entrava.
Eu entrava, ela saía.

Eu dormia, ela acordava,
Eu acordava, ela dormia.
Quando eu ia, ela voltava,
Quando eu voltava, ela ia.

Eu subia, ela descia;
Ela subia, eu descia.
E aí, nesse sobe e desce,
Ela chorava, eu sorria.

Quando eu preferia o claro,
Ela queria o escuro;
Era mulher do passado,
E eu preferia o futuro.

E por não sermos iguais,
Não poderia ser diferente:
Maria ficou pra trás.
Sigo minha vida em frente.

Deixe uma resposta