Posto de Vigília 167. Alimentação e Remédios a visão holística. Por Alonso Valdi Regis

ALIMENTAÇÃO E REMÉDIOS – A VISÃO HOLÍSTICA  —  No gênese bíblico é dito que “as plantas foram criadas – o fruto para alimento e as folhas para curar”, frase muito comum no prefácio dos livros de cura e alimentação natural. E desse mesmo pensamento surgiram sistemas alimentares e terapêuticos como o vegetarianismo, o frugivorismo, o veganismo e as fitoterapias, que são a cura pelas plantas. Se descermos às origens da nossa biologia, encontramos dados mais que suficientes para dar fundamento a esses princípios que bem poderiam trazer a solução para os dois mais graves problemas da humanidade – alimentção e cura. Lembrando-se que uma alimentação correta, traz, de quebra, uma saúde também correta. Os leitores da casuística ufológica conhcem a historinha de um moço paulista que certo dia foi convidado a visitar um mundo estranho, guiado por um senhor que lhe pediu para divulgar, após  a viagem, algumas soluções de probemas graves para nossa humanidade e que já teriam sido solucionados lá no mundo visitado. E o que viu o moço nesse mundo avançado do Espaço? Conta  ele que via nas ruas depósitos contendo um líquido rosado e muita gente tirando um pouco da bebida e ingerindo naturalmente. Perguntando o que era aquilo, o guia respondeu que era o alimento daquele povo. Curioso, fez mais perguntas e lhe foi explicado que o líquido era um concentrado de tudo o que o corpo necessitava para sobreviver, o que aguçou ainda mais a curiosidade do moço terrestre, que logo perguntou o que continha aquele precioso líquido. A resposta o deixou incrédulo, pois era apenas um concentrado de frutas comuns também aqui na Terra. A avançada tecnologia daquele mundo retirava dos frutos as exatas substâncias que mantinham os corpos saudáveis e isentos de qualquer doença. E aqui na nossa Terra não estamos muito longe desse fato, sabendo que um animal herbívora passa toda sua vida alimentando-se de capim e ainda assim produz carne, leite, ovos, gorduras, sangue etc.. Para o reino  humano temos os chamados “alimentos completos” que já demonstraram que uma pessoa pode sobreviver toda a vida se alimentando unicamente desses produtos. Quanto às terapias naturais, há aquela “fantástica” teoria de que para cada um dos nossos múltiplos órgãos, existe uma ou mais plantas dotadas da mesma “energia” que alimenta cada órgão. E avançando um pouquinho mais nesse raciocínio, entendemos que cada planta é dotada de “filtros” (na sua estrutura atômica e molecular), que retêm uma “frequência energética”, enquanto escoam as demais para o solo. E, por mais incrível que pareça, essa frequência retida, distribuída por toda a planta, corresponde exatamente à frequência de cada órgão do corpo humano, para o qual a planta serve de cura. Dois exemplos bem conhecidos são o alecrim para o coração e a pedra ametista para nossa glândula pineal (Ver livros “Medicina Vibracional”, do Dr. Richard Gerber e “Conceito Rosacruz  do Cosmos” de Max Heindel). Bom, também saber que nosso corpo foi “programado” para produzir substâncias pela “alquimia” natural das energias que recebemos da Natureza, mas que com o advento de alimentos industrializados, as capacidades de certas funções orgãnicas foram se atrofiando, a exemplo da “terceira visão” (pineal), por terem surgido os olhos e assim, também,outras.

Alonso Valdi  Regis Morro do Chapéu BA                                                                                15.Se.2018  alonsovregis@gmail.com

Deixe uma resposta