Posto de Vigília 161: Uma Visão Matafísica da Crise Política Brasileira!

Sabemos que tudo o que acontece no nosso mundo físico tem suas raízes lá na dimensão metafísica. A Vida e a Morte é o melhor exemplo desse conceito que pouco a pouco desce do seu patamar filosófico para o científico. Assim também é a História do mundo e das nações. Em traços rápidos, consideremos que vários autores de diferentes pensamentos relataram um glorioso futuro para o Brasil, tido como o coração do mundo e a pátria do Evangelho.  Esse prognóstico não seria em futuro longínquo, mas para logo, antes que a insanidade humana leve a civilização para o abismo, em todas as suas manifestações.  Então, como se coadunar esse futuro glorioso com o calamitoso puxar da carruagem, que já começa a preocupar as pessoas do Bem, numa iminência de ver nosso futuro – e o futuro dos nossos filhos – sucumbindo na voragem do mal, do roubo, da traição e baixaria de uma sociedade dissoluta e imoral? Então, meus amigos, foi aqui que a famosa dupla de filósofos russos, Ouspensky e Gurdjief, criaram a teoria da Terceira Força – uma força que sempre chega em momentos de estagnação ética e moral, paralisando a “Lei do Progresso”, travando o caminhar para a frente e imobilizando os pratos da balança que pesa os Valores humanos. No caso brasileiro, vemos a “terceira força” surgir, pouco a pouco, do imo do coração dos homens e mulheres do Bem, escandalizados com a ignomínia e bestialidade daqueles que querem “desconstruir” o que de mais belo e sagrado tem nossa civilização. E como a lótus que emerge da lama infecta do fundo dos rios e sobe vitoriosa para a superfície das águas e o calor do sol, também a nossa civilização, expurgada das leis iníquas e “filosofias deletérias”, puxará naturalmente a nação brasileira para o nível glorioso que lhes previram os paladinos do Bem. Os próceres do Mal não contaram com a famosa “Terceira Força”, ignorando que não estamos sós no concerto do universo e que toda rebelião contra as Leis divinas da Criação serão esmagadas sem piedade pela força da espada, esta que é o símbolo do Arcanjo Miguel, conforme escrito no Livro da Revelação (Apoc.12-7 e Dan. 12-1).

 

Alonso Valdi Regis

 

Morro do Chapéu (BA)  30.Mai.2018

 

alonsovregis@gmail.com

Deixe uma resposta