Para uma boa leitura Dr. Marcio Leite escreve: É Preciso Ter Fé!

Ouço muito falatório, vejo coisas estranhas. Se olho para o lado, vejo meu país a se desmanchar no caos, mas, se olho de cima, numa visão panorâmica, percebo a faxina pela qual vem passando. É preciso ter fé. Não a fé cega e dogmática. Falo da fé racional, capaz de entender que as coisas mudam, as sociedades evoluem. “Nada do que foi será, de novo do jeito que já foi um dia…”, cantou o poeta Lulu. Nada mesmo! Um texto que escrevi ontem, já preciso modificá-lo hoje. Falo da fé sentida, intuitiva, da verdade que abrigamos no peito e é tão difícil de escutar porque estamos encharcados de teorizações fúteis, de estática, de mesmices estúpidas que tantos propagam sem discernimento e critérios. Estamos fartos de vozes alienígenas que camuflam a nossa própria. Alguns falam altas bobagens embasadas em estudos pseudo-científicos, em raciocínios elaborados para enganar tolos. Doutores discursam sobre ideias que não se sustentam e preveem coisas que nunca acontecem. Estamos, sim, diante de um caos de teorias estapafúrdias, seja no campo político, filosófico, institucional. Estamos em meio a uma catarse. Haveremos de sair melhorados de tudo isso. Não perfeitos, pois a perfeição não passa de mito, de objeto inatingível. Seremos melhores cidadãos num país melhor. Mas não fiquemos esperando passivamente que isso aconteça como passe de mágica, sacada de gênio ou venha de algum político ou presidente enviado das estrelas. O “melhor” é uma laboriosa construção do dia-a-dia. É esforço coletivo diuturno. Os políticos apenas refletem nossa ginga, o jeito de ser de uma gente que culturalmente se acostumou ao “jeitinho”, à malandragem, das pequenas às grandes coisas. Observem, sintam, vejam, elaborem. Escutem a voz interior, um sussurro em meio à zoada desprezível do mundo lá fora. Numa terra sem guias ou placas de sinalização, o coração humano é o único sinalizador confiável.

Marcio Leite

Deixe uma resposta